Como declarar consórcio de automóveis no IR 2016

Entenda quem deve declarar e o que mencionar em cada campo do Imposto de Renda 2016.

Por 1consórcio
Publicado em: 19/04/2016 | Atualizado em: 27/04/2016

O prazo para entregar a declaração do Imposto de Renda 2016 termina no dia 29 deste mês e quem comprou bens por meio do consórcio, precisará declará-los. O modo de informar a compra vai depender se o consórcio foi ou não contemplado.

Consórcio de automóveis no IR 2016

O consórcio que ainda não tenha sido contemplado deverá ser informado na ficha de “Bens e Direitos”. No campo “Discriminação”, informe os dados do consórcio. Nesse caso, em vez de declarar o preço total da compra, o contribuinte deverá declarar somente o valor efetivamente desembolsado com as prestações até o dia 31/12/2015, ou seja, repetir o valor do campo de 2014 e no ano de 2015, adicionar a soma do ano de 2014 e mais o valor pago em 2015. 
Se a compra aconteceu em 2015, deixe o campo “Situação em 31/12/2014 (R$)” em branco e registre o valor pago pelo veículo somente no quadro “Situação em 31/12/2015”. O lance também precisará ser mencionado, se for o caso.

Quem deve declarar?

É obrigatório declarar aquele que recebeu mais de R$ 28.123,91 de rendimentos tributáveis ou mais de R$ 40 mil (isentos, não tributáveis ou tributáveis na fonte) em 2015. No caso dos automóveis, se você vendeu, comprou ou possuía um em 2015, será preciso informar as transações na declaração do Imposto de Renda de 2016. A multa para quem realizar a entrega fora do prazo é de 1% ao mês. O valor mínimo representa R$ 165,74 e o máximo, de 20% do imposto devido. Por isso, você que realizou um consórcio de automóvel precisa ficar atento!

Fonte: Uol – Economia / Folha de São Paulo

Faça uma Simulação

Você pode adquirir casa, carro ou moto pagando parcelas mensais sem juros.

Ver Planos

O que deseja?

Consórcio de Imóveis Escolha o Produto