Consórcio de Casa ou Carro: Prazo longo e ausência de juros são atrativos

Consórcio de Casa ou Carro : Prazo longo e ausência de juros são atrativos

Por 1consórcio
Publicado em: 24/06/2010

O consórcio ainda é uma boa saída para quem pretende adquirir um bem. Segundo dados das empresas que trabalham com essa atividade comercial, os consórcios chegaram à crescer, na última década, 40%. Por exemplo, em Belém, a cada dez pessoas que adquiriram um carro, três delas utilizam a carta de crédito contemplada.

Os prazos, cada vez mais longos, e a ausência de juros, são os atrativos para a adesão em um consórcio de bens.

Segundo Wellington Coelho, gerente administrativo de uma administradora de consórcios, da Região Norte do país é bastante propícia para essa modalidade de crédito. "O paraense é muito receptivo quando o assunto é consórcio. É um produto muito conhecido, e que já ajudou muita gente a comprar o carro ou a casa própria", afirma.

Entre os principais benefícios apontados por Coelho estão: a facilidade de pagamento de parcelas que cabem no bolso, os longos prazos e a ausência de taxas de juros. "É diferente do financiamento em vários aspectos. Embora a entrega não seja imediata,  acaba saindo mais em conta, devido as parcelas serem menos onerosas", compara.

Ainda que não sejam cobrados juros, Wellington explica que existe a chamada taxa de administração, que variam conforme o prazo. " Os menores prazos, aliados as menores taxas, e  com a possibilidade de antecipação das parcelas, através de lance, muita gente prefere o consórcio", garante.

O parcelamento de um carro, através do consórcio, por exemplo, pode ser feito em 100 meses, e as casas chegam a 150 parcelas.

Para o professor de economia da Universidade Federal do Pará, Hélio Mairata Gomes, o consórcio deve ser analisado sob duas óticas: o valor disponível para o pagamento das parcelas e a necessidade de se obter o bem. "É bom porque não tem juros, diferentemente do financiamento.

No caso dos consórcios existe apenas uma taxa de administração. Mairata aponta entre as desvantagens, a necessidade de se obter o bem em curto prazo. "Se o bem é requisitado com urgência, é preciso dar um lance, que normalmente equivale a 50% do valor da carta.

A empresária Marlene Costa realizou um antigo desejo através de um consórcio: comprou o carro dos sonhos. Um plano de 60 meses levou a empresária a esperar e a acreditar que seria contemplada. "O consórcio é a forma mais prática de comprar. As parcelas são suaves, e ainda podemos conseguir o bem através de um lance. Ele não foi feito para quem tem pressa, e sim para adaptar o bem ás condições de pagamento", afirma.

Anteriormente, Marlene já havia comprado duas motos através do consórcio. "Estou pagando este plano há 18 meses e finalmente fui contemplada", conta. O consultor de vendas que ajudou Marlene Costa, Fernando Tavernad, afirma que a procura pelo consórcio ainda é muito grande, e que os imóveis, na próxima década, serão adquiridos, em grande parte, através do consórcio de imóveis.

 

 

Faça uma Simulação

Você pode adquirir casa, carro ou moto pagando parcelas mensais sem juros.

Ver Planos

O que deseja?

Consórcio de Imóveis Escolha o Produto