Consórcio sai por metade do valor do financiamento

Por 1consórcio
Publicado em: 03/08/2012

Para quem tem dinheiro para investir e tempo para esperar, adquirir imóvel próprio por meio de consórcio pode ser uma boa alternativa. Por não contar com incidência de juros, apenas taxa administrativa que varia de 18% a 20% ao longo de todo o prazo estabelecido, o sistema de compra consorciada acaba saindo mais em conta do que um financiamento.
 
De acordo com o educador financeiro Reinaldo Domingos, enquanto em um financiamento imobiliário no valor de R$100 mil você pagará, ao fim de 30 anos, o equivalente a três imóveis, no consórcio você terá de desembolsar apenas cerca de 40% a mais do valor da casa.  “Comparando com o financiamento, o consórcio é vantagem, sai mais barato”, afirma.
 
A desvantagem, segundo o educador, é ficar pagando as parcelas e não saber quando poderá ter o imóvel à disposição. “Vai ter de aguardar o sorteio ou dar um lance. Enquanto isso, estará pagando o cliente que já tem um financiamento ou primeiro imóvel e quer o segundo, é um bom negócio. Essa é uma forma de poupar a longo prazo, com um objetivo definido”, ele assegura.
 
Primeiro sorteio
Para quem já experimentou o consórcio imobiliário, a escolha foi satisfatória. É o caso da técnica administrativa Ângela de Cássia Souza Barbosa, de 51 anos, que teve a sorte de ser contemplada no primeiro sorteio, logo após ter pago a primeira mensalidade, em 2006. “Foi uma surpresa total. Pensei que iria ficar pagando durante anos antes de ser contemplada”, relembra.
 
Ângela recebeu a carta de crédito no valor de R$ 100 mil, mas esperou por quase quatro antes de utilizar o valor, que acabou rendendo mais e sendo reajustado em R$ 138 mil. Em 2010, a técnica administrativa recebeu as chaves do apartamento de três quartos comprado na planta, no Costa Azul.
 
Ela complementou a carta com mais R$ 100 mil para chegar ao valor total do imóvel. O dinheiro veio de um apartamento antigo vendido por Ângela, que quitou a dívida com a construtora e continuou pagando as prestações do consórcio na Caixa Econômica Federal. “Como o consórcio foi de 10 anos, faltam quatro para terminar de pagar, e aí o imóvel fica todo quitado”, diz Ângela. Ela assegura que vale a pena:
“O tempo de  pagamento da carta é menor do que um financiamento, dá para pagar tudo em menos tempo. Para mim, foi muito melhor assim”.
 

Faça uma Simulação

Você pode adquirir casa, carro ou moto pagando parcelas mensais sem juros.

Ver Planos

O que deseja?

Consórcio de Imóveis Escolha o Produto