Financiar está mais caro: juros aumentou 4,9% em seis meses

Financiar bens e serviços está mais caro – R$85 bi foram pagos em juros em 2011

Por 1consórcio
Publicado em: 15/08/2011

A taxa de juros subiu de 40,6% para 45,4% nos primeiros seis meses do ano. Uma pesquisa feita pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP) apontou que, somente no primeiro semestre de 2011, os brasileiros gastaram R$85 bi em juros.

A análise da Fecomercio-SP aponta que esse número é resultado da combinação de um volume grande de empréstimos, maior restrição de crédito e aumento da taxa Selic.

Isso se implica diretamente os financiamentos. Ou seja, gasta-se cada vez mais em juros ao fazer compras com crédito.

Um exemplo são os créditos do financiamento habitacional, que vem quase todo da poupança, e suas taxas são baseadas na Selic.

A taxa de juros do financiamento imobiliário, segundo os simuladores da Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil são de cerca de  8,9% ao ano mais TR. Um financiamento de 150 meses no valor de R$100 mil terá uma parcela de R$1,291. No final do financiamento você terá pago R$193.722 ou seja, quase o dobro do valor inicial.

O crédito imobiliário não está entre os que mais cobram juros mensalmente, porém, o tempo de financiamento faz que o valor total pago seja muito maior que o valor real do bem.

Outras modalidade de crédito podem ser alternativa para fugir do juros abusivo. Os consórcios, por exemplo, não tem juros. E mesmo com a taxa cobrada pela administração do crédito é em média de 14% a 17% sobre o valor total do bem. O valor final pago em um consórcio imobiliário para um crédito de R$100 mil é de cerca de R$101,5 mil.

Use o simulador de financiamento e confira.

Faça uma Simulação

Você pode adquirir casa, carro ou moto pagando parcelas mensais sem juros.

Ver Planos

O que deseja?

Consórcio de Imóveis Escolha o Produto