Sistema de consórcios segue em alta no país

2013 foi um ano de ascensão para o sistema de consórcios no Brasil, que teve um significativo crescimento em consorciados e bateu recorde de contemp

Por 1consórcio
Publicado em: 14/03/2014

2013 foi um ano de muita ascensão para o sistema de consórcios no Brasil, tanto que foi considerando o “ano do consorciado” pela ABAC, que é a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios.

A modalidade mostrou um significativo crescimento no total de participantes em 2013 em relação ao ano anterior. O volume alcançado foi o dobro da carteira verificada em dezembro de 2000, registrando uma média de evolução de 5,5% ao ano. Desse modo, os números mostram que os consórcios cresceram sempre 75% a mais que os índices anuais do PIB.

Mesmo com a estabilidade nas vendas, o sistema apontou aumento de 9,6% em consorciados ativos. A soma, que foi considerada um recorde histórico, atingiu 5,7 milhões em dezembro do ano passado contra 5,2 milhões no mesmo mês de 2012. Já em relação a dezembro de 2000, houve crescimento de mais de 100%.

Ainda de acordo com a ABAC, as contemplações acumularam o recorde de 1,26 milhão em 2013, 2,4% mais que as 1,23 milhão do ano anterior. O volume de créditos disponibilizados ao mercado no ano passado, especialmente para os setores de veículos automotores e imóveis, foi de R$ 34,8 bilhões, 5% mais que os R$ 33,1 bilhões de 2012.

Todos esses números positivos representam os consumidores que estão cada vez mais interessados em adquirir bens ou contratar serviços de forma planejada, levando em conta o consumo responsável. É exatamente aí que o consórcio se encaixa perfeitamente, seja para comprar um imóvel, um carro ou uma moto.

"Quando, no início de 2013, projetávamos uma evolução entre 5% e 7% nas novas vendas do Sistema de Consórcios, entendíamos que haveria continuidade e ampliação das atividades econômicas com consequente crescimento do mecanismo. Contudo, a inflação recorrente implicou na redução do poder de compra do consumidor, provocando uma nova postura com maior atenção ao planejamento financeiro. Com perfil mais seletivo, focando mais conscientemente seus objetivos, o consumidor demonstrou uma postura qualitativa, considerando suas necessidades, sua capacidade em assumir compromissos e as vantagens em utilizar os consórcios para viabilizar suas metas com baixos custos”, detalhou Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da ABAC.

Faça uma Simulação

Você pode adquirir casa, carro ou moto pagando parcelas mensais sem juros.

Ver Planos

O que deseja?

Consórcio de Imóveis Escolha o Produto