Venda de consórcio de veículos registra alta de 15%

Por 1consórcio
Publicado em: 08/03/2010

Entre os carros, aumento foi de quase 43% com quase 473 mil cotas comercializadas

O setor de veículos automotores registrou alta de 14,3% no ano passado na comparação com 2008, passando de 1,46 milhão em 2008, para 1,67 milhão em 2009. Houve um crescimento de 17,6% nas contemplações no ano passado, indo de 696,3 mil em 2008 para 819 mil em 2009. Os dados foram divulgados pela Abac (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios) nesta terça-feira (2) em São Paulo.

De acordo com Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da entidade, “o maior sonho do brasileiro é a casa própria, contudo o que ele acaba adquirindo primeiro é o seu veículo”. Segundo a entidade, já mais de 3,8 milhões de consorciados em todos os grupos, mas mais de 80% das cotas são de veículos automotores – motos, carros, caminhões, utilitários, entre outros.

No segmento específico de automóveis, o crescimento nas vendas foi de 42,2%, passando de 332,6 mil em 2008 para 473 mil em 2009, e as contemplações cresceram 2,6%, de 187 mil em 2008 para 191,8 mil em 2009. Rossi disse que as medidas anticrise do governo foram fundamentais para esse aumento.

- Os dados mostraram que os incentivos foram e são importantes para a comercialização dos veículos. Todavia, se o parcelamento da compra for integral e sem juros, além de ser sem entrada, a compra fica ainda melhor. Só no Sistema de Consórcios isso é possível.

O valor médio dos consórcios dos carros passou de R$ 31,9 mil em janeiro de 2009 para R$ 36 mil em dezembro do mesmo ano – uma alta de 12,8% no período.

No segmento de motos, as vendas cresceram 10%, passando de 1 milhão em 2008 para 1,1 milhão no ano passado. As contemplações cresceram 24,3%, de 484,4 mil em 2008 para 601,9 mil em 2009. De cada cinco motos vendidas no Brasil no ano passado, segundo a entidade, duas são fruto dos consórcios – em 2008, de cada quatro motos, uma era resultado do consórcio.

O valor médio da cota das motos passou de R$ 7,9 mil em janeiro de 2009 para R$ 10,3 mil em dezembro do mesmo ano – um crescimento de 30,3%. O número de participantes em consórcios de motos subiu de 1,97 milhão em 2008 para 2,06 milhões no ano passado. Segundo a Abac, a explicação para o cenário é o crescimento das vendas de motos para prestadores de serviços de entrega (motoboys), sobretudo na capital paulista, e a substituição do animal pela moto nas áreas rurais do país.

Faça uma Simulação

Você pode adquirir casa, carro ou moto pagando parcelas mensais sem juros.

Ver Planos

O que deseja?

Consórcio de Imóveis Escolha o Produto