Vendas de carros flex sobem 6,09% no primeiro semestre. Saiba mais sobre esses carros.

Vendas de carros flex sobem 6,09% no primeiro semestre. Saiba mais sobre esses carros.

Por 1consórcio
Publicado em: 07/07/2011

O número de veículos bicombustíveis vendidos entre janeiro e junho deste ano subiu 6,09%, frente ao primeiro semestre de 2010, de acordo com dados divulgados pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) nesta quarta-feira (6).

Ao todo, foram emplacadas 1.373.008 unidades, contra os 1.294.159 veículos vendidos um ano antes. Apesar da alta, a participação dos veículos bicombustíveis no mercado automobilístico do País recuou de 86,5% para 83,8% no período. 

Na comparação de junho com maio, as vendas de carros flex caíram 4,29%, passando de 248.657 para 237.990 unidades. No entanto, a participação dos flex no total de vendas de veículos leves subiu de 82,7% para 82,9%.

Já comparando com junho do ano passado, quando foram comercializadas 213.301 unidades de veículos flex, houve alta de 11,57%.

Carro Flex

A economia é o motivo central da procura constante por carros flexs no mercado automobilístico. No entanto, você deve estar ligado aos cuidados básicos com veículos deste tipo.

Na hora de abastecer, muita gente acaba se esquecendo de verificar o reservatório de gasolina no compartimento do motor. Lembre-se de que esse detalhe é responsável por realizar a partida a frio do carro flex.

Saber utilizar a vela certa para determinado tipo de combustível também é fundamental para manter o bom desempenho do veiculo. As velas frias devem ser usadas para bicombustíveis e as velas quentes com motores a gasolina.

Devo abastecer com uma quantidade maior de álcool ou gasolina?

Gasolina
• Apesar da gasolina ser mais cara, ela apresenta uma economia significativa no consumo – que pode chegar até 30% - já que possui um maior poder calorífero.
• Apesar de mais poluente, a gasolina tem melhor desempenho do motor em função da sua taxa de compressão, possibilitando maior torque e potência.

Álcool:
• É mais barato, mas consome mais.
• Possui um poder antidetonante muito maior que a gasolina, o que possibilita maior agilidade ao veículo.
• Melhor qualidade do ar, já que este combustível emite menos poluentes na atmosfera, se comparado aos outros refinados do petróleo.

Não existe, porém, uma proporção exata da mistura de gasolina e álcool sugerida pelos especialistas para melhorar o desempenho do veículo. Aliás, a vantagem dos motores flexíveis é justamente poder operar com quaisquer volumes entre os dois combustíveis ou somente com apenas um deles.

Os motores bicombustíveis funcionam como os motores normais, com a vantagem de que eles podem se aproveitar de todos os benefícios que, tanto a gasolina, quanto o álcool, tem a oferecer.

 

Faça uma Simulação

Você pode adquirir casa, carro ou moto pagando parcelas mensais sem juros.

Ver Planos

O que deseja?

Consórcio de Imóveis Escolha o Produto